14 de Setembro de 2018

2º dia do Tríduo Preparatório da Festa de São Gonçalo do Amarante 2018

Na ocasião, o Diácono Carlos Augusto Pereira Barbosa refletiu sobre o subtema "Lendas, expressões das tradições e devoção a São Gonçalo do Amarante cultivadas pelo povo brasileiro."


Centenas de fiéis lotam a Basílica Santuário do Senhor do Bonfim nesta sexta-feira (14), ás 17h, no segundo dia do Tríduo Preparatório da Festa de São Gonçalo do Amarante. Foi celebrada Missa, presidida pelo Reitor da Basílica, Pe. Edson Menezes da Silva.  

Na ocasião, o Diácono Carlos Augusto Pereira Barbosa refletiu sobre o subtema "Lendas, expressões das tradições e devoção a São Gonçalo do Amarante cultivadas pelo povo brasileiro."

Trechos da reflexão: 

"São Gonçalo era um santo casamenteiro diferente de Santo Antônio, pois resolvia o problema das velhas que queriam se casar chamadas de encalhadas."

"O primeiro registro de uma festa de São Gonçalo na Bahia foi feito em 1718, na cidade de Salvador, pelo viajante Francês Gentil de La Barbinais. A festa aconteceu na antiga Igreja de São Gonçalo, no bairro da Federação, e reuniu o então vice-rei Marquês de Angeja, padres, fidalgos, mulheres e escravos que dançavam com tamanha intensidade que "faziam vibrar a nave da igreja" aos gritos de Viva São Gonçalo."




Crédito: Jéssica Bahia/Amex


19

Dez

Confraternização dos Voluntários do Projeto Bom Samaritano

Local: Casa 49

20

Dez

Missa com a participação dos ambulantes

Local: Basílica Santuário do Senhor do Bonfim

24

Dez

Missa da noite do Natal

Local: Basílica Santuário do Senhor do Bonfim