Notícia

21 de Outubro, 2014

Conselho Permanente da CNBB prepara a 53ª Assembleia Geral

Após aprovar a pauta da Assembleia Eletiva, o Conselho Permanente designará as comissões e grupos de trabalho que prepararão o material a ser usado durante o evento.

“A tarefa principal desta reunião será a preparação da 53ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB)”, explicou o arcebispo de Aparecida (SP) e presidente da CNBB, cardeal Raymundo Damasceno Assis, aos bispos do Conselho Permanente, que se encontram em Brasília, de 21 a 23 de outubro, na sede da instituição, em Brasília (DF).

A 53ª Assembleia Geral da CNBB será destinada à aprovação das diretrizes pastorais e às eleições da Presidência e dos presidentes das comissões episcopais da Conferência, para um mandato de quatro anos. A Assembleia ocorrerá de 15 a 24 de abril do próximo ano, no Centro de Eventos Padre Vítor Coelho, em Aparecida (SP).

Parte da reunião do Conselho Permanente será dedicada aos encaminhamentos da Assembleia Geral. Porém, outros assuntos estão em discussão, como a 3ª Assembleia Extraordinária do Sínodo dos Bispos, a viagem da Presidência da CNBB a Roma, a Pastoral dos Pescadores, a Escola de Formação para Formadores, o Movimento dos Atingidos por Barragens, a criação da Rede Eclesial Pan-Amazônica, entre outros. Hoje, 21, pela manhã, foram apresentadas as conclusões do Encontro da Rede Eclesial Pan-Amazônica e a análise de conjuntura nacional e internacional. Na parte da tarde, os bispos se reúnem com o núncio apostólico no Brasil, dom Giovanni D'Aniello. 

Pan-Amazônia

A assessora da Comissão Episcopal para a Amazônia apresentou aos bispos um vídeo sobre o Encontro da Rede Eclesial Pan-Amazônica, com as principais conclusões do evento. De acordo com dom Raymundo Damasceno Assis, durante visita da Presidência da CNBB ao papa Francisco, no final de setembro, foi entregue a carta de criação da Rede. “O papa ficou muito feliz com esta iniciativa e com o trabalho que está sendo feito pela Igreja no Brasil na Amazônia”.  Dom Damasceno disse que, na oportunidade, agradeceu a ajuda que a Santa Sé está sempre dando à região amazônica.

A Rede Eclesial Pan-Amazônica foi criada durante encontro ocorrido de 9 a 12 de setembro, em Brasília, do qual participaram lideranças de onze países. A Rede tem como objetivos unir forças, criar caminhos de diálogo, cooperação e articulação entre todos os atores eclesiais presentes na região. 

Conjuntura

Na segunda sessão da manhã, o secretário executivo da Comissão Brasileira Justiça e Paz (CBJP), Pedro Gontijo, fez uma exposição da conjuntura internacional e nacional.  Entre os assuntos discutidos estavam: as manifestações por democracia em Hong Kong; a epidemia do vírus ebola; a reeleição de Evo Morales, na Bolívia; a situação da Argentina, o crescimento econômico do Brasil com relação às demais economias mundiais; as eleições 2014.

O Conselho Permanente da CNBB é o órgão de orientação e acompanhamento da atuação da CNBB e dos organismos a ela vinculados. É também eletivo e deliberativo.

Fazem parte do Conselho Permanente a Presidência da CNBB, os presidentes das comissões episcopais e os membros eleitos dos Conselhos Episcopais Regionais da entidade. Também participam da reunião assessores e representantes das instituições vinculadas à Conferência. 


Fonte: CNBB