13 de Janeiro de 2018

Devotos celebram penúltima noite da Novena em honra ao Senhor do Bonfim

A ocasião foi marcada pela presença de devotos, turistas, paroquianos da Forania 9, homenageados, paraninfos, comunidade Itapagipana, comunidade de Santo Antônio, de Portão, e integrantes da Paróquia Nossa Senhora da Imaculada Conceição, do RJ


"Glória a ti neste dia de glória". Ao proclamar um dos trechos mais importantes do Hino do Senhor do Bonfim, o comentarista anunciava o início da penúltima noite da Novena em honra ao Senhor do Bonfim, nesta sexta-feira (12), na Basílica Santuário do Senhor do Bonfim. 

A ocasião, dia seguinte à Lavagem do Bonfim, que reuniu milhões de devotos na caminhada Lavagem de Corpo e Alma, foi marcada pela fé e pela presença de devotos, turistas, paroquianos da Forania 9, homenageados, paraninfos, comunidade Itapagipana, comunidade de Santo Antônio, de Portão, e integrantes da Paróquia Nossa Senhora da Imaculada Conceição, de Raiz da Serra, Magé, Rio de Janeiro, com o Pároco Alex.  

A Palavra foi entronizada em uma procissão formada por uma devota mirim, pelas baianas e alguns grupos que fazem parte do cortejo da Lavagem. Essa é mais uma das novidades dos festejos deste ano: a participação de grupos que durante todos os dias do ano visitam a Basílica do Bonfim, como forma de valorizar e homenagear todos os grupos representativos de fiéis (esportistas, crianças, aniversariantes, turistas, torcedores) que frequentam a Mansão da Misericórdia em busca de uma bênção, de uma palavra de conforto, e principalmente pela devoção ao Senhor do Bonfim. As baianas representam uma realidade pastoral da Basílica.

Como vem acontecendo em todas as noites, desde a última quinta-feira (04), uma reflexão foi conduzida por um padre convidado. Nesta sexta-feira o Pe. Rogério Marcos da Silva, Pároco da Paróquia de Santo Antônio, de Portão, Lauro de Freitas, foi o responsável por refletir sobre o subtema O amado Jesus, Senhor do Bonfim, é o filho do Deus vivo (Mt 16, 13-20). O tema geral escolhido para a festa deste ano é “Origem, identidade e missão do amado Jesus, Senhor do Bonfim” e o lema “Quem dizes os homens ser o Filho do Homem” (Mt 16, 13).

Reunidos em oração, espiritualidade, alegria, gratidão e devoção ao Senhor do Bonfim, a assembleia testemunhou o Pe. Rogério enfatizar que todos estavam na Mansão da Misericórdia pela fé e devoção que têm no Senhor do Bonfim. "É uma linda festa da Cidade do Salvador. Que alegria poder estar aqui. A Palavra entra neste Santuário a cada dia para unir o povo baiano e todos os devotos do Senhor do Bonfim. A nossa origem, como cristãos católicos que somos, está aqui na Colina Sagrada, aqui é a origem da nossa fé. Aqui está a fonte da fé de nossa cidade, pois aqui temos a devoção Àquele que veio para nos dar a grande graça da salvação: Jesus Cristo. É impossível passar aqui durante essas noites celebrando essa grande devoção ao Senhor do Bonfim e não reconhecer em Jesus ser Ele o Filho amado, o Salvador".

Em sua reflexão, Pe. Rogério também ressaltou a missão de todos os devotos do Senhor do Bonfim. "A missão que foi dada a Pedro também é transferida a cada um de nós: de anunciar a Boa Nova, de proclamar o ano da graça, de expulsar os demônios, curar as feridas, cuidar dos doentes, dos órfãos e das viúvas. O que estamos fazendo aqui nada mais é do que cumprir aquilo que Jesus nos pediu. Nesta noite que o Senhor nos pede para que reconheçamos que Jesus é o Seu Filho, é a salvação, a unidade de todos, que possamos viver plenamente essa responsabilidade juntos". 

Na ocasião, também houve o momento da posse de Nelio Teves de Meneses, como novo irmão na Devoção do Senhor do Bonfim.       

 




Crédito: Anna Carolina Lima/Amex


20

Set

Peregrinação para Juazeiro do Norte e Fortaleza

Local:

23

Set

25º Domingo do Tempo Comum

Local: Basílica Santuário do Senhor do Bonfim

23

Set

Visita da Imagem Peregrina do Senhor do Bonfim a Paróquia São Miguel de Cotegipe

Local: Diocese de Camaçari