Santuário

Festividades

As festividades de Nosso Senhor Bom Jesus do Bonfim, na Basílica do Senhor do Bonfim, em Salvador, começam com a novena que segue até o sábado, véspera do dia da Festa, o segundo domingo depois da Festa de Reis. A exceção fica por conta da quinta-feira, quando a Basílica fecha em virtude da lavagem do adro. Nesse dia, o cortejo que sai da Igreja da Conceição da Praia, no bairro do Comércio, é recebido com a benção proferida da janela da Basílica. Todos os anos, no mês de janeiro, fiéis de todas as paróquias da Arquidiocese de Salvador sobem a Colina Sagrada para render graças ao Senhor do Bonfim.  As celebrações na Basílica durante o período festivo tem início na Novena e no dia da festa, o segundo domingo depois da Festa de Reis. Quando a primeira sexta-feira do ano, ocasião em que os baianos costumam subir a colina sagrada para pedir bênçãos para o ano que se inicia, está entre as atividades da festa, tem missa praticamente de hora em hora, das 5h às 17h. No dia festivo, a programação tem início com a alvorada às 5h e segue com missas, sendo que às 10h30. Às 16h, os devotos e reúnem na Igreja dos Mares para a procissão dos Três Pedidos, que percorre o largo de Roma em direção ao Bonfim. Uma pregação e a benção do Santíssimo Sacramento encerram os festejos. Muita luz na iluminação da Igreja A Basílica iluminada é uma peça de cristal incandescida que, erguida sobre a colina, é vista à longa distância, em ocasiões especiais. Durante cerca de 60 anos interruptos, os arranjos e decorações do conhecido eletricista, Ferreira, tem deslumbrado toda Salvador com a iluminação da imagem noturna da Basílica. No dia 12 de janeiro de 2000, “Ano da Graça do Senhor”, Ano Santo do Jubileu, precisamente às 19h de uma quarta feira, antes de iniciar o Novenário, baianos, turistas assistiram à nova iluminação da Basílica. O mais famoso templo da Bahia ganhava, por primeiro, uma iluminação nova e moderna que deslumbrou Salvador.