Notícia

24 de Março, 2014

Movidas pela fé, 150 mil pessoas participam da 29ª Caminhada Penitencial

Nem mesmo o forte calor que predominou durante a manhã deste domingo (23) impediu os 150 mil fiéis de participarem da 29 ª Caminhada Penitencial, promovida pela Arquidiocese de Salvador

Nem mesmo o forte calor que predominou durante a manhã deste domingo (23) impediu os 150 mil fiéis de participarem da 29 ª Caminhada Penitencial, promovida pela Arquidiocese de Salvador. Caravanas de diversos bairros de Salvador estiveram presentes nas três missas realizadas simultaneamente na Conceição da Praia (no Comércio), no Largo dos Mares, e no Lobato, às 6h30.

“Estamos participando da Caminhada Penitencial porque queremos saciar a nossa sede. Nós somos o povo de Deus, que está em busca da Sua alegria, da Sua paz. Estamos aqui porque foi Ele quem marcou esse encontro conosco. Ele é quem deseja estabelecer um novo sentimento de amor”, disse o Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger.

Logo após as celebrações a multidão que estava na Conceição da Praia e no Lobato seguiu para os Mares, com um percurso de 8 km, em direção a Basílica de Nosso Senhor do Bonfim. Além de participarem do Sacramento da Confissão, as pessoas fizeram doações de alimentos não perecíveis às Obras Sociais de Irmã Dulce (OSID).

Nem a chuva que caiu às 10h nas imediações das Obras Sociais de Irmã Dulce tirou a animação dos peregrinos. Embalados por três trios elétricos, crianças, jovens, adultos e idosos acompanharam a procissão com um só desejo: fortalecer a fé. “É muito importante para mim estar aqui. É um encontro com Deus. Participo da caminhada todos os anos”, diz a estudante de 15 anos, Juliane Maria da Silva, da Pastoral Social de Pessoas com Necessidades Especiais, da Paróquia São Gonçalo do Retiro. Juliane tem um motivo a mais para comemorar este ano. Ela recebeu um beijo de Dom Murilo. “Foi maravilhoso. Senti Jesus perto de mim”.

Como acontece em todos os anos, uma cruz foi carregada durante o percurso, como sinal de fé e devoção. O destino final do tapete humano formado nas ruas da Cidade Baixa foi a Basílica de Nosso Senhor do Bonfim, onde os fiéis receberam uma bênção especial de Senhor do Bonfim, através das mãos de Dom Murilo.     

A procissão contou com a participação do Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, dos bispos auxiliares, do padre Edson Menezes, da Basílica de Nosso Senhor do Bonfim e de alguns outros padres das igrejas de Salvador.

 

Por : Anna Carolina Lima


29ª Caminhada Penitencial