Santuário

Sobre a fita do Bonfim.

A Fita do Bonfim ou fitinha do Bonfim é uma lembrança típica de Salvador, criada em 1809 e que desapareceu no início da década de 1950. Era conhecida como “Medida do Bonfim”, por medir exatos 47 centímetros de comprimento, a medida do braço direito da estátua de Jesus Cristo, Senhor do Bonfim, postada no altar-mor da igreja mais famosa da Bahia.

A “medida” era confeccionada em seda, com o desenho e o nome do santo bordados à mão e o acabamento feito em tinta dourada ou prateada e usada no pescoço, como um colar, no qual se penduravam medalhas e santinhos.

Ao pagar uma promessa, o fiel carregava uma foto ou uma pequena escultura de cera representando a parte do corpo curada com o auxílio do santo. Não se sabe quando a transição para a atual fita, de pulso, ocorreu, sendo fato que em meados da década de 1960 a nova fita já era comercializada nas ruas de Salvador.